quinta-feira, 14 de julho de 2011

Qual a Diferença entre Aspirina, Novalgina e Tylenol?

Esse post não é para fazer apologia e nem crítica aos hipocondríacos, nem muito menos para icentivar ou proibir a automedicação, e sim orientar quanto ao uso de medicamentos que, cada vez mais, é comum dentro das casas dos brasileiros.

Apesar de (Aspirina, Novalgina e Tylenol) serem os campeões de vendas (3 em cada 10 itens comprados nas farmácias) e também furtos (9 entre 20 remédios mais roubados), pouca gente sabe diferenciar os efeitos dos principais analgésicos.
Não é tudo a mesma coisa (como muitos pensam). Apesar de servirem ao propósito geral de diminuir dores, eles podem ter efeitos colaterais perigosos dependendo do paciente, como você vê nas bulas.
É importante aprender essas diferenças já que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) mandou-os para trás do balcão da farmácia (há algum tempo). A idéia é fazer com que os clientes sejam orientados pelo farmacêutico, evitando a automedicação.
Conhecendo-os ou não, o negócio é usá-los só quando necessário, para que a medicação não se transforme em uma dor de cabeça, ao invés de curá-la.

Saiba agora qual o melhor remédio para cada situação de acordo com a bula e também, pode variar, de acorodo com cada organismo, conheça as características e riscos dos principais tipos de analgésicos.

Ácido Acetil Salicílico - tem como marcas mais conhecidas: a Aspirina e o AAS. Sua indicação: é eficiente contra febre e dores da cabeça ao dedão do pé, também previne problemas cardiovasculares. Tem por contraindicação: piorar a dengue (já que inibe a formação de coágulos) e para quem tem gastrite ou sofre de asma e rinite (favorece reações alérgicas).

Dipirona Sódica - tem como marcas mais conhecidas: Anador, Dorflex, Neosaldina e Novalgina. Sua indicação: existem em gotas e comprimidos, sendo ideal para febres, médio para dores e fraco para inflamações. Tem por contraindicação: reações alérgicas e sensação de fraqueza (em algumas pessoas), em excesso, prejudica o poder de cicatrização do organismo e deve ser evitado por diabéticos por conter açúcar.

Paracetamol - tem como marcas mais conhecidas: Sonridor e Tylenol. Sua indicação: efeito analgésico semelhante ao da aspirina, é o único que não tem ação anti-inflamatória. Tem por contraindicação: não pode ser usado em caso de dengue, pois a doença faz com que o fígado pare de fabricar uma enzima que metaboliza o paracetamol e a substância fica acumulada no organismo, o que pode levar o paciente a morte, em excesso, pode causar danos ao fígado, então deve ser evitado por quem já agride o órgão regularmente, como doentes de hepatite e quem bebe constantemente ou em excessos, tomar Paracetamol para aliviar uma ressaca nunca foi uma boa idéia, pelo contrário é uma péssima idéia.

Nunca esqueça que toda medicação deve ser acompanhada de orientação de um médico, que é especialista, nunca devemos nos automedicar baseados em experiência, o risco é alto e pode nos trazer graves danos a saúde podendo nos levar até a morte, com saúde não se brinca.

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...