domingo, 19 de maio de 2013

O Lenhador e a Raposa


Existiu um Lenhador que acordava às 6 da manhã e trabalhava o dia inteiro cortando lenha, e só parava tarde da noite.
Esse lenhador tinha um filho, lindo, de poucos meses e uma raposa, sua amiga, tratada como bicho de estimação e de sua total confiança.
Todos os dias o lenhador ia trabalhar e deixava a raposa cuidando de seu filho.
Todas as noites ao retornar do trabalho, a raposa ficava feliz com sua chegada.
Os vizinhos do Lenhador alertavam que a Raposa era um bicho, um animal selvagem; e portando, não era confiável.
Quando ela sentisse fome comeria a criança.
O Lenhador sempre retrucando com os vizinhos falava que isso era uma grande bobagem.
A raposa era sua amiga e jamais faria isso.
Os vizinhos insistiam:
- "Lenhador abra os olhos ! A Raposa vai comer seu filho."
- "Quando sentir fome, comerá seu filho ! "
Um dia o Lenhador muito exausto do trabalho e muito cansado desses comentários - ao chegar em casa viu a Raposa sorrindo como sempre e sua boca totalmente ensangüentada ...
O Lenhador suou frio e sem pensar duas vezes acertou o machado na cabeça da raposa ...
Ao entrar no quarto desesperado, encontrou seu filho no berço dormindo tranqüilamente e ao lado do berço uma cobra morta ...
O Lenhador enterrou o Machado e a Raposa juntos.



Moral da história:
Se você confia em alguém, não importa o que os outros pensem a respeito, siga sempre o seu caminho e não se deixe influenciar..., mas principalmente nunca tome decisões precipitadas.

A Pessoa Errada



Pensando bem
Em tudo o que a gente vê, vivencia, ouve e pensa...
Não existe uma pessoa certa pra gente.
Existe uma pessoa que se você for parar pra pensar
É, na verdade, a pessoa errada.
Porque a pessoa certa faz tudo certinho,
Chega na hora certa, fala as coisas certas, faz as coisas certas.
Mas nem sempre a gente tá precisando das coisas certas.
Aí é a hora de procurar a pessoa errada.
A pessoa errada te faz perder a cabeça
Fazer loucuras, perder a hora, morrer de amor.
A pessoa errada vai ficar alguns dias sem te procurar
Que é pra na hora que vocês se encontrarem
A entrega ser muito mais verdadeira.
A pessoa errada é, na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa
Essa pessoa vai te fazer chorar
Mas uma hora depois vai estar enxugando suas lágrimas
Essa pessoa vai tirar seu sono
Mas vai te dar em troca uma noite de amor inesquecível
Essa pessoa talvez te magoe
E depois te enche de mimos fazendo vocês esquecerem o que passou
Essa pessoa pode não estar 100% do tempo ao seu lado
Mas vai estar 100% dentro do seu coração
E também vai estar o tempo todo pensando em você.
Todo mundo um dia tem que ter uma pessoa errada
Porque a vida não é certa. Nada aqui é certo.
O que é certo mesmo, é que temos que viver cada momento, cada segundo
Amando, sorrindo, chorando, emocionando, pensando,
agindo,querendo,conseguindo
E só assim é possível chegar àquele momento do dia
Em que a gente diz: "Graças à Deus deu tudo certo"
Quando na verdade tudo o que ele quer
É que a gente encontre a pessoa errada
Pra que as coisas comecem realmente a funcionar direito pra gente...

Luis Fernando Veríssimo

quarta-feira, 10 de abril de 2013

Conceito e Valor


Vivemos em uma sociedade em que hoje em dia não trás mais os conceitos e os valores das pessoas como seus pais ou até mesmo (para os bem mais novos) seus avós.
Infelizmente já se foi o tempo em que as pessoas eram queridas (bem quistas) pelo que são de verdade e o que vemos hoje me dia é um conceito de inversão de valores ou desconceito do real valor.
Antigamente (não precisa ir muito tempo atrás não, apenas poucos anos) bastava a pessoa ter um bom caráter para ser um "bom partido", ou até mesmo ter conceitos e valores de raízes familiares, ser atencioso, carinhoso, caseiro, livre de vícios, amoroso, e por aí vai...
O que temos nas pessoas de hoje é que o conceito que ela tem de você é o quanto você vale e quando digo "o quanto você vale" é no sentido literal mesmo como mostra a figura abaixo.


Ou seja, quanto mais você tiver no bolso, carteira ou banco, mais o seu conceito terá "valor".
Com isso as pessoas esquecem o verdadeiro e principal motivo da vida, que é de encontrar uma pessoa que te ame de verdade e que fique ao seu lado até o fim, te amando, construindo tudo juntos, constituindo família e repassando o amor para seus descendentes.
Não podemos deixar que os conceitos e valores atuais nos corrompam e mudem nossas raízes, nos tornando pessoas frias e calculistas, que não se importam com sentimentos verdadeiros e sim com status e grandeza.
Não prenda seu amor ao dinheiro, pode buscar que bem lá no fundo você ainda tem o conceito e o valor de seus antepassados...


Veja que até os cadeados para demonstrar o amor precisam ter o conceito aberto e estar destrancado de valores físicos, do contrário seremos pessoas vazias e fúteis.
Ame de verdade, independentemente de classe social, emprego, formação escolar e etc, do contrário você estará tentando comprar um amor e isso você nunca conseguirá, poderá até aparecer falsos amores que estarão ali apenas para tirar proveito de algumas situações e de seu conceito valoroso.
Liberte-se de qualquer prisão econômica e ame o verdadeiro valor do conceito pessoal do seu próximo é certeza de que você viverá de repleta felicidade, do contrário terá apenas algumas participações de pequenas alegrias em sua vida.
E aí, o que você vai querer???


Quanto que vale o seu conceito?
Qual o real valor do seu amor?

Que Deus te abençoe!!!

Oração de um Jurado


Oração de um Jurado do Tribunal do Juri Popular

Senhor, a responsabilidade de um conselho de sentença é grande demais para deixar a vida/liberdade de um semelhante nas mãos de pessoas pecadoras como nós somos, decidir sobre o destino das pessoas é coisa divina e não nos cabe fazer isso quanto à vida, porém na lei dos homens o que julgamos é a liberdade (e talvez a vida, à depender do resultado), mas não deixa de ser um julgamento sobre um ser semelhante e é injusto que possamos dizer que determinada pessoa merece perder sua liberdade onde não somos detentores desse direito, cabendo apenas ao Senhor o fazê-lo, mas como vivemos sob a lei dos homens e assim sendo devemos nos submeter a ela, nos perdoe Deus se tomarmos decisões injustas ou errôneas e que não condizem com o "merecimento" de quem estava passando pelo julgamento neste ato. Se porventura tomemos uma decisão injusta que o Senhor possa fazer com que a verdadeira justiça, que é a divina, seja tomada em prol das pessoas que sentam no banco dos réus e passam pelo julgamento dos homens, não nos fazendo cair o peso de tal erro. Em nome do conselho de sentença eu te peço Senhor que nos proteja, nos guarde e nos livre de todo mal, em nome de Jesus. Amém!

quinta-feira, 21 de março de 2013

Os Insatisfeitos com a Citroen

Vocês sabem que Recife é um pouco quente! Só para ter uma noção, se você caminhar pela praia e passar embaixo de algum coqueiro, vai escutar o “blublublu” que é o barulho da água coco fervendo, pois na sombra deve está dando uns 40 graus.
 
Agora imagina alguém com raiva, vestido de paletó e com uma peruca rosa nesse calor agradável. Esta foi a cena que encontramos no centro da cidade.
 
Confiram o vídeo dessa loucura!


video

Será que ele está com raiva? Procurando no google, achei isso AQUI


O blog Conectividade Escrita é imparcial e reserva o espaço abaixo para a Citroen, caso ela queria se pronunciar no meu humilde blog! É grátis, pode ficar tranquila! Basta enviar o video ou texto para fredericolluna@gmail.com
-
-
-
-
-
-
-
-
-
Obs: A Citroen nem deu bola para o Danosse, mas não curtiu muito os 20 mil acessos no Youtube e removeu o vídeo. Não achei algo sensato e o vídeo esta de volta no post.


Re-postado do blog: Danosse.com (autorizado)

Hoje, passeando pelo facebook, vejo uma postagem com muitos compartilhamentos entre os meus amigos e não pude deixar de mencionar aqui também, a postagem é de Jéssica Morais e o texto é o que se segue, quero ver se agora a Citroen não irá se pronunciar, ou irá aceitar as acusações como verdadeiras sem tomar o mínimo de postura defensiva!?!?!?!?


"Em 11.03.2013 fui na Concessionária Citroen Felicité situada na Avenida Mascarenhas de Moraes, Recife- PE, para apenas realizar uma pesquisa de preço. Chegando lá fui informada que o carro que eu gostaria (Novo C3) custava R$ 51.000,00 e que já estava no estoque. Mesmo afirmando que a escolha não era definitiva, o vendedor (RENATO) com a suposta supervisora, CYNTIA, anunciou para a loja a venda, então todos bateram palmas, o sinal de venda foi tocado, e me agradeceram pela ótima compra. Nesse momento me senti coagida a fechar o negócio, pois todos já estavam comemorando a compra. Mesmo assim relutei e preferi pensar mais um pouco e voltar no dia seguinte. Porém quando reafirmei que precisava pensar mais, o vendedor me informou que o contrato para reserva do carro já estava no sistema e que para impedir que o veiculo fosse comprado por outro, eu precisava dar um sinal no valor de R$ 800,00, mesmo afirmando que estaria lá no dia seguinte com o sinal e os meus documentos necessários, pois não possuía nenhum em mãos. Paguei o valor do sinal porque tanto o vendedor Renato quanto a "supervisora" Cyntia me garantiram que caso eu desistisse da compra meu valor integral seria ressarcido. Meu cartão não passou o valor integral, então eles insistiram para que eu dividisse o valor em R$ 300,00 e R$ 500,00 e assim eu fiz, confiando na empresa e nos profissionais que ela emprega, acreditando que o meu dinheiro seria ressarcido caso eu desistisse da compra.
Em 12.03.2013 continuei minha pesquisa de preço e fui na Concessionária Pigalle situada em Jaboatão dos Guararapes, zona metropolitana de Recife- PE. Lá fui informada que o mesmo carro, com os mesmos itens e na mesma cor custava R$ 47.000,00, me senti totalmente lesada pela Felicité que além de me coagir e intimar, pretendia lucrar R$ 4.000,00 a mais pelo mesmo produto. Imediatamente fechei a compra com a Pigalle e fui estornar o valor do sinal na Felicité, como havia sido garantido pelo vendedor e a "supervisora" da Concessionária. Chegando lá, eles me pediram para assinar um Requerimento de devolução de sinal, garantindo que o dinheiro estaria na minha conta em até 3 (três) dias úteis. Fui para casa pensando que o problema estava resolvido.
Em 18.03.2013 recebi uma ligação do vendedor afirmando que o meu dinheiro não seria depositado como prometido. Indignada perguntei o porquê. E a explicação que obtive foi que se eu desejasse mais informações fosse na Concessionária. Me senti completamente desrespeitada, pois a empresa agiu de má fé quando me garantiu que eu não teria problemas em requerer meu dinheiro, tanto no ato do pagamento do sinal quanto no dia em que eu assinei o Requerimento de devolução de sinal.
No mesmo dia fui na Concessionária me sentindo indignada. Chegando lá fui falar com a até então supervisora, que neste momento me informou que era uma simples vendedora e que a empresa não contava com nenhuma supervisora. Cyntia afirmou que o meu dinheiro não iria ser devolvido, pois havia comprado um carro com o meu CPF e que a fábrica não devolveria meu dinheiro porque tinha acabado de mudar o procedimento de devolução de sinal, por terem começado o "Mega Feirão Citroen". Afirmei que eles haviam agido de má fé pois eles já sabiam previamente que não poderiam devolver meu dinheiro no dia que efetivei meu pagamento. Ela afirmou de alto e bom tom que quem havia agido de má fé havia sido eu por não ter fechado a compra, e que havia ocupado o tempo do vendedor. Afirmou ainda que havia dito que devolveria meu dinheiro por achar que a compra era certa, nesse momento mandou eu aguardar o gerente pois só ele poderia resolver algo, mas que eu estivesse ciente que MEU DINHEIRO NÃO SERIA DEVOLVIDO. Com a chegada do gerente (ERIC), ele reafirmou o que a vendedora Cyntia havia dito, e ainda desaforadamente afirmou que eu poderia até tentar entrar na justiça, mas que ninguém havia ganho anteriormente. Saí da concessionária abaladíssima e completamente desapontada com a competência dessa empresa. Chegando de volta na Pigalle, me informaram que não havia problema nenhum em devolver o sinal pago e que não era a primeira vez que eles ouviam reclamações deste tipo, e sobre a postura da vendedora Cyntia e do gerente Eric.
Espero que nenhuma outra pessoa seja lesada dessa forma, pois em pesquisa na internet verifiquei que outras reclamações haviam sido feitas sobre a postura ética das mesmas pessoas envolvidas.
Por mais que a quantia seja pequena, isso é um desrespeito com o consumidor e portanto espero uma resposta dos responsáveis por essa empresa que é tão reconhecida no mercado, e que deve temer ser prejudicada pela postura de profissionais anti-éticos."


Assim como foi falado no blog Danosse.com digo que, mais uma vez, a Citroen terá a vez da resposta gratuitamente, tudo bem que meu blog é humilde, mas até que tem um bom número de acessos e informação na internet é compartilhada numa velocidade que não mede, aguardo um posicionamento da empresa, tanto com o fato mais antigo como principalmente com o mais recente, o espaço está aberto para sua resposta!!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...